— Onicomicose

— A onicomicose é uma infecção nas unhas, causada por fungos, que se alimentam da queratina das unhas. As unhas dos pés são as mais afetadas por enfrentarem ambientes úmidos, escuros e quentes com maior frequência do que as mãos.

Veja alguns tipos de micoses de unhas:

Descolamento da borda livre

Forma mais frequente em que a unha se descola, geralmente iniciando pelos cantos. O espaço fica oco, podendo acumular sujeira

Espessamento

é quando as unhas ficam mais duras e grossas, geralmente escurecem. Pode doer. A unha pode adquirir um aspecto grosso, que chamamos popularmente de “unha de telha” ou “unha de gavião”

Leuconíquia

é quando aparece manchas brancas na superfície da unha.
Destruição e deformidades a unha fica frágil e quebradiça. Causando deformidades.

Paroníquia

é a micose se chamamos de “unheiro”. Há inflamação, alteração no formato da unha. E ela cresce ondulada e com alterações de cor e na superfície. Paroníquea é a inflamação da pele ao redor da unha, ou seja, do tecido periungueal que pode ser provocado por fungos e bactérias. A principal causa é umidade constante da mão, principalmente em pessoas que manipulam muito a água. Popularmente conhecida como mão de lavadeira ou unheiro. Pode causar deformidades das unhas.

Os tratamentos podem ser de uso local, sob a forma de cremes (cremes não servem para unha!!! Esses seriam para a paroníquea e o granuloma piogênico. Não penetra corretamente na lâmina ungueal!), soluções ou esmaltes. Em casos graves ( acometimento de mais de 50% de uma unha ou várias unhas acometidas ao mesmo tempo) é necessário tratamento via oral também. O tratamento dura ( em média 6 meses, podendo chegar a 1 ano) por 12 meses, pois depende do crescimento das unhas, que é lento. A persistência é fundamental para o sucesso do mesmo. O tratamento deve ser determinado por um dermatologista, evite a automedicação, pois ela pode mascarar sintomas. Não interrompa o tratamento antes do tempo recomendado pelo dermatologista, mesmo que ache que a unha melhorou, pois a infecção pode estar mais profunda e subclínica, havendo recidivas.

Procure sempre um dermatologista se qualquer alteração surgir na unha, pois pode ser uma manifestação de alguma doença sistêmica. Evite tratamentos caseiros e indicações de manicures para tratar qualquer lesão ungueal ou periungueal. O dermatologista é o único profissional capaz de diagnosticar e tratar corretamente seu problema.

Texto retirado da SDB: http://www.sbd.org.br/cuidados/onicomicose/