Peeling químico

Consistem na aplicação de uma ou mais substâncias químicas topicamente na pele. Podem ser superficiais, médios e profundos, de acordo com a camada que atingem na pele, com resultados também relacionados ao grau de dano cutâneo (quanto mais profundo, maior o dano cutâneo). A cicatrização ocorre por segunda intenção e, em geral, tem como resultado a melhora da textura da pele, da cor, de manchas e até de rugas mais superficiais. Podem ser usados em tratamentos combinados para inúmeras queixas dermatológicas, como: tratamento de acne na face e dorso, manchas ou melasma, melanoses solares na face, colo e mãos, rugas finas, estrias.


Saiba mais no vídeo abaixo: